quinta-feira, 25 de outubro de 2012

Cap.1 - Motivos



Capitulo 1 - Motivos

Luna eu andamos juntos desde os 5 anos de idade, que foi o ano em que ficamos na mesma classe, ela era uma garota tímida e quieta,  não se enturmava com o outros alunos, e sempre era zoada pelos os outros alunos por usar óculos aparelho e ter um cabelo bagunçado.
E eu já era bem diferente, sempre fui o popular da sala e sempre fui cercados de amigos, mas nem por isso eu pisava nas pessoas e foi por esse motivo que comecei a conversar com ela.
-Oi Luna! – falei em um dia que estávamos no recreio.
-Oi Renan! – falou ela tímida.
-Você quer brincar com a agente?
- Acho melhor não ...
-Vem! – eu estendi a mão e ela pegou na minha e pela primeira vez nos falamos e desde então não paramos mais.
As vezes passávamos finais de semanas juntos ou na minha ou na casa dela, e sempre dormíamos juntos, oque nossos pais não se importavam naquela época, por sermos apenas crianças.
Mas os anos foi se passando e eu acabei virando o namorado da garota estranha, mas eu não me importava com os comentários, preferia ter ela do que um bando de manés atrás de mim. E por causa dela fui perdendo a minha popularidade.
-Você é bonito, porque ainda insiste ficar comigo? – perguntou ela em uma das noites que ela foi dormir em casa, aos 12 anos.
-Beleza não é tudo! E eu prefiro conversar com você, do que com pessoas vazias.
-Mas, agora você não é ninguém, os outros nem ligam mais pra você!
-Mas você sim! Você se importa comigo e isso pra mim é o suficiente!
Aos 12 anos, quando percebemos e descobrimos novos sentimentos, e ai foi o começo de um amor meu não correspondido, eu naquela época podia ficar com várias meninas mas nenhuma me fazia me sentir tão especial como ela fazia.
Mais alguns anos passaram-se e com aos 14 anos, Luna finalmente decidiu ser feliz e começou a se arriscar com os garotos que ela se interessava, mas a resposta era sempre a mesma.
“Não vou ficar com uma estranha como você.”
“Nossa mas animais podem namorar humanos?”
“Olha seu corpo, credo, parece tabua de passar roupa.”
Todos os meninos não ligavam para ela, porque ela não tinha oque as meninas “perfeitas” tinham fisicamente, mas pra mim ela era perfeita como sempre foi.
Anos se passaram e se passaram até que no colegial na metade do último ano da escola, nas férias. Luna parou de falar comigo, não atendia minhas ligações, nem me mandava mensagem, como fazia todas as noites. E depois disso eu pensei que a magoei com algo, e me senti mal com isso, e quando voltamos as aulas, ela não quis ir comigo, como eu sempre fazia, a pegava em casa e íamos juntos para a escola, dessa vez ela decidiu ir sozinha.
Mas quando há vi na escola, tive uma surpresa incrível.
Luna entrou, com um mini shorts jeans, um tênis cano médio, e uma camiseta larga aberta dos  lados deixando o sutiã preto a mostra, sua bolsa estava no ombro direito, ela não usava óculos e muito menos aparelho, e seu cabelo estava comprido e totalmente chamativo, liso na raiz e formando cachos nas pontas.
Ela estava extremamente sexy e irresistível.
-Cansei de ser invisível e boazinha. – disse ela ao chegar perto de mim.
-Você está muito gostosa! – disse para ela em pensar duas vezes.
...
...
Capitulo 2 – Irresistível
Ela atraia olhares de todos ...

Nenhum comentário :